Organização

O curso será realizado no Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz, Fundação Oswaldo Cruz em Salvador, onde têm sido desenvolvidos e conduzidos estudos de epidemiologia molecular durante os últimos 15 anos. Um grupo de investigadores que tem se ocupado destes estudos irá organizar e apresentar o curso.

As aulas teóricas apresentarão conceitos básicos em epidemiologia molecular com ênfase em métodos epidemiológicos práticos. Os exercícios de laboratório irão apresentar métodos que possam ser facilmente adaptados pela maioria dos laboratórios capazes de realizar PCR e análise simples de eletroforese de fragmentos de DNA e plasmídios. Além das apresentações teóricas, os participantes do curso receberão um pacote com materiais que poderão ser usados para ensinar outros profissionais nas suas respectivas instituições. Este pacote inclui CD contendo uma seleção de publicações de referências nesta área, um manual de protocolos dos principais métodos de tipagem de cepas baseados em PCR usados em estudos epidemiológicos, e uma coleção completa de slides em Power Point das apresentações do curso, em português e inglês (parte do material será enviado antecipadamente aos candidatos selecionados para o curso).

Na conclusão do curso espera-se que os pesquisadores de laboratório sejam capazes de entender as aplicações dos princípios de epidemiologia para análise de dados gerados no laboratório, e que os epidemiologistas sejam capazes de entender melhor o poder, a adequação, e as limitações das ferramentas de biologia molecular para responder questões epidemiológicas. Portanto, este curso é projetado para quebrar as barreiras tradicionais que existem entre investigadores de laboratório e epidemiologistas. Acreditamos que somente através de um esforço de colaboração, como este é que a disciplina de epidemiologia molecular poderá se estabelecer e ser praticada verdadeiramente.